Paralisação e Assembléia 12/08

Paralisação e Assembléia 12/08

Paralisação e Assembléia 12/08

Paralisação e Assembléia 12/08

PCS Já!!!!

PCS Já!!!!
ITAGUAÍ: PARALISAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DA EDUCAÇÃO NA SEGUNDA 16 DE DEZEMBRO DE 2013 E ATO/PROTESTO EM FRENTE A PREFEITURA DE ITAGUAÍ NESSE DIA, A PARTIR DAS 10h. Decidido na Assembleia do SEPE Itaguaí. As demais categorias podem se juntar aos da EDUCAÇÃO pois a luta é de interesse de todo o funcionalismo público municipal. SE ATÉ 06 DE FEVEREIRO DE 2014, O PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS NÃO SAIR, É GREVE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaAudiência nesse momento: Leitores online

1 de outubro de 2012

Eleitor de Itaguaí - Dicas para escolher seu candidato a vereador!

Veja qual a importância do seu voto durante as eleições. 
Confira dicas de como escolher seu candidato a vereador com consciência.


Neste mês de outubro novos vereadores serão escolhidos através do seu voto. A maioria das pessoas fica em dúvida na hora de escolher o candidato, porém não existem fórmulas secretas na hora da escolha, mas alguns cuidados podem evitar o risco de arrependimento do voto. Pensando nisso, selecionamos dicas para escolher seu candidato a vereador.


O candidato a vereador deve ser prudente nas promessas e deve ter ficha limpa.


Importância do Voto

Vivemos em um país democrático em que as eleições são muito importantes, além de serem um ato de cidadania. O voto possibilita à escolha de representantes e governantes que trabalham em prol da população de um município, Estado ou país.

Escolher um péssimo representante pode interferir na qualidade de vida da população. Por isso, devemos valorizar mais a política e acompanhar com atenção e cuidado tudo que acontece na nossa cidade.

O voto deve ser consciente e valorizado. Devemos escolher um candidato com passado limpo e com propostas de melhora de vida para todos.



O candidato a vereador deve prometer somente aquilo que poderá cumprir.


Principais funções do Vereador

1) Analisar e aprovar leis associadas à prefeitura e ao poder executivo;

2) Votar em projetos de lei;

3) Fiscalizar órgãos da prefeitura e requerer prestação de contas do prefeito;

4) Ouvir sugestões, críticas e reivindicações dos eleitores;

5) Elaborar e redigir projetos;

6) Criar novas leis com o intuito de formar uma sociedade mais justa.

7) Promover ligação entre os eleitores com o governo.


Dicas de como escolher seu candidato a vereador

Existem alguns critérios que devem ser analisados na hora da escolha do seu candidato a vereador. Confira:

1. Liderança: o candidato a vereador deve ser um bom líder, pois o que se espera é que ele tenha a capacidade de incentivar as pessoas que trabalham com ele a atingir os objetivos em comum.

2. Ter paciência: o envolvimento político exige muita paciência, principalmente para uma boa gestão, cumprindo os prazos e objetivos propostos.

3. Ser gentil: talvez pareça algo desnecessário, mais o bom candidato deve saber discernir autoridade de poder.

4. Respeito: ele dever ser humilde, gentil e também deve respeitar a sociedade e as pessoas que dependem do seu trabalho.

5. Ser comprometido: uma das qualidades mais importantes no candidato é o comprometimento com seus eleitores. Por isso ele deve ser realista e prometer somente aquilo que irá cumprir.

6. Ser honesto: o candidato a vereador não deve “parecer honesto” e sim “ser honesto”. Uma forma de descobrir isso é analisando seu passado como candidato e como cidadão. O passado deve ser limpo e se existir algo duvidoso no seu passado, tudo deve ser esclarecido.


O voto deve ser uma escolha consciente do eleitor

Na hora de escolher seu voto para candidato a vereador, avalie se as propostas feitas por ele são cabíveis para sua função. É importante também saber mais informações sobre o passado do candidato e analisar a forma como ele se envolve com a população em geral. O voto deve ser consciente e o candidato deve ser escolhido com segurança.

0 comentários:

Postar um comentário

O Blog Cidadania do Porto faz moderação dos comentários, acreditamos na liberdade de opinião, pensamento e expressão. Porém, não podemos autorizar publicação de comentários contendo calúnias, difamações ou informações não-comprovadas. Pedimos que os comentários sejam, de preferência, devidamente assinados.